Gestão remota de equipes: 5 formas de obter bons resultados

Publicado em | Atualizado em

A gestão remota de equipes consiste no conjunto de práticas capazes de garantir um melhor nível de organização, produtividade e engajamento aos profissionais que trabalham em home office.

Não é novidade que o trabalho à distância está se tornando cada vez mais popular, principalmente diante das expectativas que giram em torno do “novo normal”.

Os postos clássicos de trabalho darão lugar a atividades mais flexíveis, em que os colaboradores poderão atuar de casa em determinados dias ou até mesmo permanentemente.

Porém, para que todas as vantagens dessa prática sejam garantidas, é imprescindível que a empresa saiba como adaptar seus processos e demandas aos funcionários externos.

Assim, uma gestão remota de equipes eficiente é indispensável no mercado moderno. Seja para os negócios que desejam aderir ao home office, ou mesmo para aqueles que querem aprimorá-lo.

A seguir, saiba mais sobre os desafios que envolvem a gestão remota de equipes e confira as melhores dicas para não errar na hora de implementá-la na sua organização!

Quais os principais desafios relacionados à gestão remota de equipes?

É inegável que o home office é uma modalidade de trabalho extremamente vantajosa.

Mais que se alinhar ao estilo de vida dos profissionais e facilitar a vida de quem tem filhos ou até pets, o modelo pode gerar mais satisfação no trabalho (e consequentemente mais produtividade). Além disso, flexibiliza a relação das empresas com seus colaboradores e torna diversas operações muito mais viáveis.

Adaptação de equipe remota

Sua adesão pode apresentar alguns desafios, e as empresas precisam adaptar seus modelos para que ele seja implementado da melhor maneira entre os profissionais.

Para superar essas questões, é fundamental conhecer os desafios que mais comprometem o sucesso da gestão remota de equipes. São eles:  

  • Distâncias geográficas que comprometem o engajamento dos profissionais;
  • Comunicação esparsa, sem clareza e nem continuidade;
  • Produtividade afetada pela mudança ao trabalho remoto e seus padrões;
  • Falta de senso de pertencimento à organização e alinhamento aos seus valores;
  • Gestores com pouca influência sobre seus subordinados, que estão longe e se comunicam de maneira não contínua;
  • Falta de clareza quanto às metas e objetivos da empresa, e também quanto ao papel do colaborador em prol deles!

Além desses desafios, também é comum que os negócios enfrentem alguns problemas gerados por uma organização mal planejada.

Nesse sentido, é normal que as empresas que estão começando no home office sofram com:

  • Tempo mal gerido;
  • Processos ineficientes de comunicação;
  • Falta de bons padrões de feedback de seus funcionários;
  • Criação de metas intangíveis para os colaboradores remotos, e assim por diante.

Por mais que essas questões sejam complexas, a gestão remota de equipes pode ser aprimorada para que elas não representem problemas para as empresas. Isso demanda alguns cuidados especiais, como abordaremos no próximo item.

Como obter sucesso na gestão remota de equipes?

Para promover uma gestão remota de equipes eficiente, os empreendedores devem saber como driblar as questões levantadas no item anterior.

Além disso, também devem pautar sua atuação com base em alguns cuidados especiais. São eles:

  1. Compreenda os principais desafios do trabalho remoto na sua empresa e atue para que eles sejam diminuídos ao máximo. Assim, é possível que todos se envolvam e mantenham-se engajados em prol de objetivos comuns;
  2. As ferramentas de trabalho, plataformas de videoconferência, os chats para aprovações, entre outras tecnologias, devem ser bem definidas e interconectadas. Dessa forma, a equipe irá se manter integrada no cotidiano de trabalho;
  3. Para que a gestão remota de equipes seja uma característica realmente sólida da cultura organizacional, os times que atuam à distância não podem ficar de fora de encontros e decisões de relevância para o negócio;
  4. Além de sincronizar os meios de trabalho e ferramentas de comunicação, certifique-se de que todos os profissionais estejam devidamente socializados. Isso por ser feito por meio de eventos online, chamadas voltadas à descontração, lives, entre outras ações semelhantes;
  5. Defina bem as métricas de desempenho e as monitore constantemente, fazendo que os profissionais sejam valorizados por sua produtividade no trabalho à distância.

 

Ergonomia no home office

ergonomia no home office

Além dos pontos citados, também é importante ressaltar que as empresas são responsáveis pela saúde, segurança e bem-estar de seus colaboradores, mesmo que eles atuem remotamente.

 

O conceito de ergonomia no trabalho home office é fundamental, já que é papel das organizações promovê-lo!

Assim, uma boa gestão remota de equipes também depende de orientações técnicas sobre posicionamentos laborais, exercícios periódicos, ações de conscientização e até mesmo investimentos em infraestrutura para montar o escritório, seja na disponibilização de cadeiras ergonômicas ou na montagem de estações completas!

A Atec é referência em produtos ergonômicos para home office e tem um time de especialistas pronto para lhe orientar sobre o mobiliário que melhor favoreça sua gestão remota de equipes. Acesse o link e saiba mais!

 



Categoria
Home office
Comentários