São Paulo 11 3056-1800
Rio de Janeiro 21 2267-9795
Brasília 61 3327-1404

Como montar um home office

 

Trabalhar de casa é uma opção interessante para quem precisa de mais equilíbrio entre as atividades pessoais e as profissionais. Alguns trabalhos podem ser integralmente desenvolvidos de casa sem prejuízo algum para a produtividade, pelo contrário: com tantos benefícios para o indivíduo, o trabalho tende a ser melhor executado. Nesse modelo de trabalho, tendência crescente no mercado, uma vantagem é economizar longos períodos de
tempo gastos no tráfego intenso das grandes cidades. Se você está pensando em montar um home office, é importante priorizar a funcionalidade para que as suas atividades fluam.

1. Luz, casa, ação

A iluminação tem grande influência no trabalho das pessoas. Aliar iluminação natural à artificial é essencial. Isso pode ser feito com uma observação atenta do espaço: observar onde a luz bate nos momentos do dia em que você realiza determinadas tarefas. Luzes frias (brancas) são ideais para ambientes e momentos que exigem foco e
luzes quentes (amarelas) são adequadas para relaxar. Para trabalhar, o ideal é equilibrar luzes claras pontos com temperaturas de cor quente para preservar os olhos.

2. Armazenamento

É preciso ser organizado e prático para pensar no armazenamento de papéis e arquivos num escritório em casa. Prateleiras, armários modulares e gaveteiros são as opções para quem precisa visualizar o material para se lembrar das atividades. Móveis modulares também são uma solução interessante, uma vez que podem se mover, deixando ao alcance apenas o necessário ao estágio atual do fluxo de trabalho.

3. Deixe o necessário ao seu alcance

Esconda os cabos e coloque uma régua de energia atrás da sua mesa onde possa conectar tudo. Se você não gosta da aparência de algum eletroeletrônico por exemplo, tente nichos com portas. Um ambiente livre de poluição visual cria espaço para que você não se distraia. Por outro lado, mantenha todos os seus materiais de escritório à
mão.

4. Invista em móveis de qualidade

Opte por móveis ergonômicos e com desenhos adequados às suas necessidades. O conforto de casa não deve possibilitar a mesma produtividade que se tem no ambiente corporativo. Da mesma maneira, sua saúde física precisa ser preservada. As cadeiras ergonômicas, por exemplo, são fruto de longas pesquisas, portanto garantem boa
postura e a saúde.

5. Utilize suportes de monitor

 

Manter o monitor à uma altura adequada é importante para evitar o cansaço de vista e postura. O ideal é utilizar uma estrutura móvel que possa ser adaptada à medida em que você se movimenta, mas sempre mantendo no nível dos olhos.

6. Alterne posições durante o período de trabalho

Considere trabalhar numa mesa com regulagem de altura. Alternar entre ficar sentado numa cadeira por 2 horas e se levantar para ficar 15 minutos em pé, é uma boa alternativa para a postura e circulação.


Entenda o valor dos móveis de design original vendidos pela Atec


O fator “design original” é atributo chave nos produtos Atec, pela aparência, qualidade de fabricação, história de sua criação e designers. Você já se perguntou o que um clássico do design tem de especial?

Um clássico do design é um produto que foi considerado inédito na época de sua criação, tanto na forma construtiva como nos materiais utilizados. Passou a ser um clássico pois foi aceito e incorporado como um objeto de identidade visual inovadora e única, em relação aos produtos existentes que cumpriam a mesma função.

Um produto de design clássico e original é sempre extremamente durável e possui rígidos processos de fabricação.

Engana-se quem pensa que um produto de design original é “apenas bonito”. Na verdade, o móvel é cuidadosamente pensado para servir seu usuário com conforto e durabilidade.

Uma das marcas representadas pela Atec é a Herman Miller. Seu portfólio de produtos inclui os clássicos do Eames Office, as consagradas cadeiras Eames Plywood e a poltrona Eames Lounge Chair. George Nelson, com a poltrona Coconut e suas tradicionais luminárias, é também um dos designers consagrados que desenvolveram parceria com a Herman Miller.

A marca dinamarquesa Fritz Hansen é outra importante empresa representada pela Atec. Seus clássicos ganharam fama com as criações de Arne Jacobsen como: a poltrona Egg, a cadeira Series 7 e o sofá 3300. Além de Jacobsen, a Fritz Hansen fabrica produtos de nomes importantes como: Poul Kjær olm, Hans Wegner, Christian Dell e outros.

Todas as empresas representadas pela Atec fabricam os clássicos do design respeitando os parâmetros estabelecidos pelos seus criadores, utilizando materiais de extrema qualidade, sustentáveis e trabalho artesanal altamente qualificado.

A garantia para estes produtos é de longa duração. Usados adequadamente, a durabilidade é de décadas, e faz com que se tornem objetos de coleção e incrivelmente valorizados.


Porque a Cosm é a cadeira de trabalho mais importante em décadas

Nenhuma empresa jamais fez uma cadeira de escritório como a Cosm, o mais recente lançamento da Herman Miller. Nem mesmo a própria Herman Miller.

 

Quando a Aeron foi lançada em 1994, logo tornou-se um ícone. Objeto de desejo, é a cadeira de escritório mais vendida da América, um clássico que ocupa um lugar na coleção permanente do MoMA.

A Cosm, feita em colaboração com os alemães do Studio 7.5, é o mais novo e talvez mais importante lançamento da Herman Miller desde a Aeron. Seu sistema de suspensão, inclinação e estrutura flexível fazem com que ela seja o oposto ideológico de sua antecessora.

O que faz a Aeron ser considerada a melhor cadeira são os seus inúmeros ajustes manuais – para cima ou para baixo, para frente ou para trás, reclinar-se mais ou menos, ajustes para a lombar e muito mais. Cosm, por outro lado, ajusta-se automaticamente ao usuário, com exceção da altura do assento e do apoio dos braços, resultando em mais conforto e com maior eficiência.

O principal triunfo de Cosm é que ele segue o movimento natural e os pontos de articulação do corpo do usuário, em vez de forçar o corpo a seguir o movimento de um mecanismo. Como resultado, ele não levanta as pernas do usuário quando elas se reclinam. E isso, além de revolucionário, é a razão pela qual a cadeira levou uma década para ser projetada.

“Basicamente, outras cadeiras ergonômicas sem ajustes não são capazes de lidar com diferentes níveis de força vertical aplicada”, explica Scott Openshaw, Gerente de Ergonomia e Fatores Humanos da Herman Miller. “A [Cosm] posiciona dinamicamente suas molas, de usuário para usuário, o que significa que se adapta à melhor experiência de estar de todos e não eleva as pessoas do chão para dar conta da reclinação.” De maneira mais simples, a Cosm é capaz para combinar o conforto concedido por cadeiras ergônomicas com puxadores e alavancas para ajustes, sem que nem mesmo um botão deva ser girado.

O restante dos benefícios da cadeira resultam de mais patentes e novas idéias. Uma forma contínua da suspensão – ao contrário daquelas independentes em assentos e encostos – adapta-se exclusivamente a cada usuário e permanece em contato constante com as costas, fornecendo suporte total da coluna. Inclinando-se ligeiramente para baixo, os braços da Cosm comportam-se de maneira diferente dependendo de como você está relaxado – ao sentar-se em ângulo reto, eles agem como apoio para os cotovelos. Ao reclinar-se, eles se movem paralelamente ao solo para apoio total do braço.

A Herman Miller aposta que a Cosm será o símbolos dos escritórios compartilhados dos anos 2010 (como a Aeron foi nos anos 1990 e 2000), como coworking, home office ou qualquer lugar no qual os layouts e estações de trabalho não sejam fixos. Se Aeron era uma cadeira para um, a Cosm é uma cadeira para muitos.

Adaptado do artigo original publicado no Gear Patrol


Strips, um ícone do design italiano

Conheça de perto em nossa loja na Faria Lima, 1800, 10º andar

No início dos anos setenta, a arquiteta italiana Cini Boeri revolucionou o design de móveis com uma criação que ainda hoje ocupa lugar de destaque na história do mobiliário, o sofá modular Strips.

O modelo marcou a história da Arflex como uma das peças mais famosas do catálogo. Projetado em 1968, ganhou os principais prêmios do design, como o Compasso d’Oro em 1970, além de ser parte da coleção de museus em várias cidades do mundo, como Milão, Tóquio e Nova York.

Boeri trabalhou na busca por materiais alternativos que produzissem mobiliários menos onerosos que e tivessem um impacto positivo na qualidade de vida das pessoas. Essa busca pela inovação refletiu diretamente na escolha do poliuretano não-deformável para a capa acolchoada, que garante máximo conforto ao assento. A capa, removível, é sua característica mais funcional e marcante.

A linha modular conta também com as versões cama e sofá-cama. Basta abrir um simples zíper e a cama já está pronta para uso. Uma modularidade que permite incontáveis combinações de uso e configurações no ambiente.

 Veja mais sobre o Strips.


atelier oï. A Forma segue a emoção.

Criado por Aurel Aebi, Armand Louis e Patrick Reymond em 1991 na cidade suíça de La Neuveville, o nome é derivado da palavra russa “troïka”, que significa trio. O trabalho do atelier oï abrange arquitetura, design e cenografia.

Luminárias Les Danseuses

Em seus trabalhos, a forma segue a emoção, o momento em que o produto vai ser usado, mas também segue a função. Na criação dos painéis acústicos USM (USM Privacy Panels), eles pensaram: “…quando saímos de casa no inverno pela manhã cedo e pisamos na neve – o som é muito absorvente, é um momento especial, você só ouve os seus passos, com toda aquela atmosfera branca ao redor, é um momento especial.

Detalhe do painel acústico USM Privacy Panels

A partir dessa imagem, tentamos reproduzi-la em um produto. Esses painéis também partem da história concreta da USM, cujos móveis modulares foram inspirados na estrutura de um edifício (o USM Haller). E a modularidade foi o ponto de partida para o projeto: é o mesmo eixo, você pode compor com o mesmo ritmo, mas ao contrário dos armários, o material dos biombos é macio, absorvente do ponto de vista acústico. Na estrutura, nós continuamos a história da USM, mas no material, fizemos um contraponto com algo realmente soft. E nos armários a estrutura aparece por fora, enquanto no biombo ela fica embutida, mas os dois sistemas dialogam.”

USM Privacy Panels em conjunto com armário USM Haller

Para comemorar os 27 anos do atelier oï, a Atec promove uma palestra com Aurel Aebi, hoje, 28 de agosto, terça-feira, às 19h na Atec Av. Brig. Faria Lima 1800 – 10º andar. Você vai poder conferir alguns trabalhos do atelier oï e a linha completa da USM expostos na loja.

 

Loja / Showroom Atec São Paulo

 

E até 21 de outubro, no Museu da Casa Brasileira você poderá conferir a mostra INDÚSTRIA ARTESANAL – ATELIER OÏ com diversos trabalhos do trio para marcas famosas como Artemide, Bulgari, Louis Vuitton, Passoni, Victorinox, além da USM, marca que a Atec representa com exclusividade no Brasil.

Museu da Casa Brasileira: Av. Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano – Tel.: (11) 3032.3727

fontes: Atec, Casa Vogue e MCB