O Reino Unido aprovou recentemente uma série de leis de direitos autorais que proíbe réplicas dos ícones de mobiliário do século 20 mais copiados do mercado. Entre os móveis, claro, estão peças de Arne Jacobsen e Charles e Ray Eames.

Desde 28 julho deste ano, as empresas estão proibidas de fazer ou importar cópias desses móveis. Além disso, após seis meses da publicação da lei, a venda de itens copiados estará proibida. A fama de “cavalo de troia para importação” fez com que o Reino Unido tomasse medidas mais rigorosas sobre direitos autorais.

Se antes, copiar grandes ícones do design mudando apenas alguns detalhes – e claro, oferecendo um produto de baixíssima qualidade – era um negócio lucrativo, agora as empresas que adoram copiar trabalhos originais têm os dias contados; pelo menos no Reino Unido. Confira dois dos móveis mais copiados por lá:

Eames Molded Plastic Chair

LI_EMP_P_20010612_100_P

Criada pelo casal Eames, sua base remete às linhas da Torre Eiffel. Uma das peças mais copiadas de mobiliário.

EGG Chair

1907

Um projeto de Arne Jacobsen, originalmente criado para o Hotel Radisson SAS em Copenhague, na Dinamarca. Posteriormente, a poltrona passou a ser fabricada pela Fritz Hansen e até hoje é uma das mais cobiçadas, tanto pela beleza e pelo conforto, quanto pela sua história.

Clique aqui e aprenda a diferenciar uma Eames Lounge and Ottoman de uma réplica.