São Paulo 11 3056-1800
Rio de Janeiro 21 2267-9795
Brasília 61 3327-1404

USM: a história da pequena esfera de metal e seu primeiro século de vida

A marca suíça USM (Ulrich Schärer Münsingen) nasceu em 1885 em uma serralheria que fabricava esquadrias e peças em metal. Em 1961, Paul Schaerer, neto do fundador, contratou o arquiteto suíço Fritz Haller para projetar um edifício onde ficariam o escritório e a fábrica da empresa. A arquitetura modular do projeto do prédio inspirou Haller e Schaerer na criação de um mobiliário flexível: o Sistema USM Haller, criado em 1963.

 

Bola-USM-621x364

Apesar de ser projetado para uso próprio da USM, o sistema agradou os decoradores do banco Rothschilld, que fizeram uma encomenda para mobiliar a nova sede do banco, em Paris. Foi o primeiro de muitos clientes. Em pouco tempo, a USM se tornou popular e a demanda pelo sistema modular cresceu. Em 1965, o produto foi patenteado e iniciou-se a produção em massa dos mobiliários USM.

Posteriormente o mobiliário USM que era apenas de uso comercial passou a integrar perfeitamente ambientes residenciais, seguindo sempre a máxima bauhausiana “a forma segue a função”.

Hoje, mais que um clássico do design presente nos principais escritórios e coleções de museus ao redor do mundo – complexo multifuncional Vienna Twin Towers, de Massimiliano Fuksas; torre de escritórios da Swiss Re, de Foster & Partners; museu de Frank O. Gehry para Louis Vuitton Foundation em Paris, MoMA, no Cooper-Hewitt National Design Museum em Nova York; arranha-céu de 310 metros Shard London Bridge, de Renzo Piano etc. – a USM é uma opção contemporânea, altamente funcional e de uma beleza simples, mas surpreendente.

 

USM_Mr.-N_B6A4398-942x531

A bola mágica, o coração do sistema

O segredo do sistema USM Haller está em uma bola metálica brilhante que une os tubos cromados de forma única e estável. Mais que uma peça funcional, a esfera com 6 furos em rosca deve ser considerada um símbolo: amplia as possibilidades de uso do sistema modular em todas as direções, o que significa móveis que podem ser combinados e ampliados de forma ilimitada.

Os acessórios e componentes USM são constantemente aperfeiçoados de acordo com a mais alta tecnologia, mas seguem sempre o princípio básico de manter sua aparência intacta. Dessa forma, cada nova parte do sistema pode ser integrada a estruturas já existentes. Mesmo que um móvel  tenha sido feito no início dos anos 1960, pode ser ampliado de forma simples ainda hoje. Para assegurar que isso aconteça, o sistema USM segue o compromisso de manter a compatibilidade das novas peças com as versões anteriores.

Make it yours

Em 2015 o sistema modular USM Haller celebrou o seu 50º aniversário e este ano a empresa lançou um configurador on-line chamado “Make it yours”. Nele, é possível projetar suas próprias estantes e armários USM de forma simples e rápida.

Na plataforma online, designers de ambientes e decoradores conseguem integrar esses móveis configurados aos seus projetos, já que os desenhos podem ser baixados em diversas extensões de arquivos compatíveis com o CAD: .DWG, .DWG2D, .SKP; .FBX e .3DS. Os materiais de acabamento também estão disponíveis por lá.

resized_USM_Mr.-N_B6A4508

resized_USM_GT_5403

Um bom exemplo a ser citado é a casa de um médico em Morioka (Japão), apresentada nas fotos desses post. Ele optou por não ter móveis fixos em sua residência. A solução proposta pelos arquitetos no projeto foi o uso do sistema modular USM, que proporciona uma decoração atemporal e com infinitas possibilidades de reconfiguração.

Tudo isso com a ajuda dessa bolinha mágica.

 


9 curiosidades sobre a Herman Miller e sua história

A Herman Miller trabalha diariamente para elevar a cultura do design, da ergonomia e da qualidade de vida. São dela os móveis mais emblemáticos da era moderna. Seja pela persistência ou pelas parcerias formadas com os melhores talentos do design – como o casal Eames e o designer Yves Behar –, a Herman Miller faz parte dos nossos dias com história, presença e inspiração.

Confira algumas curiosidades sobre a empresa:

fafae2778336fa3ad0c4a6e15b15bf64

1. A Herman Miller criou os escritórios conhecidos como “cubículos”

O designer Roberto Propst, presidente da Herman Miller na década de 1960, sonhava em reinventar o espaço de trabalho, propondo um modelo moderno que chamava de “Gabinete de Ação”. A ideia era conter a natureza sedentária do trabalho de escritório, levando mais privacidade e concentração a seus usuários. Esse projeto se tornou o carro-chefe da empresa, levando mais de US$5 bilhões em vendas. Atualmente a Herman Miller continua investindo em projetos para um ambiente de trabalho saudável e fluido, mas como a realidade muda, a proposta dos projetos também se altera.

96944efc023cf8eb0c349758af95db5f

2. A Aeron foi projetada originalmente para idosos

Uma das cadeiras mais conhecidas da Herman Miller, a Aeron Chair, que é sonho de consumo de muitos, no mundo inteiro, foi projetada com intuito de gerar melhores espaços de convivências para idosos. A cadeira tradicional de espuma acolchoada foi enrijecida e adaptada para as necessidades do escritório, começou a ser comercializada na época e até hoje é sucesso.

140739eeef29b0280bdd12c2f309fda0

3. O nome Herman Miller é uma homenagem ao pai adotivo do seu criador

O verdadeiro nome do fundador da Herman Miller era D.J De Pree. Em 1923, ele já havia trilhado um caminho sólido no The Michigan Estrela Furniture Company, onde seu pai adotivo, Herman Miller, era proprietário de parte da empresa. De Pree pediu ao pai um empréstimo para ajudá-lo a comprar a parte majoritária da empresa. O plano deu certo e ele transformou a empresa na Herman Miller, que recebeu esse nome posteriormente em homenagem ao seu incentivador.

cd723692d7d55f4848ab7f7d9a66b2a0

4. A Herman Miller é pioneira em design verde

O fundador da Herman Miller, D.J De Pree, comprometeu-se desde 1953 a não prejudicar o planeta com os projetos da empresa. Além dos produtos que são quase totalmente recicláveis, a Herman Miller desenvolveu um processo especial que misturava a serragem da linha de montagem com esterco de galinha, e contribuía para deixar o solo fértil. Além disso, os recursos obtidos das instalações situadas em Holland, Michigan – conhecidas como Green House –, contribuíram para a fundação do Green Building Council dos Estados Unidos.

0106964c7bbe34184e48e41bf3c55af5

 

5. O fundador da Herman Miller convidou um novo diretor de design sem nenhuma experiência em desenho de móveis

Após ler um artigo na revista Life, que mostrava um sistema de armazenamento modular embutido, criado por George Nelson, De Pree o convidou para ser seu diretor de design. Começava ali uma grande parceria.

35b5dfc1923fbf71b61b4d2db9391a33

6. Cada projeto da Herman Miller passa por testes rigorosos que imitam fielmente os cenários do mundo real

Os móveis da Herman Miller passam por testes de desgastes, onde as cadeiras são pressionadas para baixo com o peso médio de um humano e reclinada mais de 1.000.000 vezes. Câmaras especiais simulam a umidade, a maresia, o frio extremo e todos os climas possíveis para um local comum, do dia a dia dos usuários.

1c3f49bdb48428c944e46677e708e72d

7. Até 1930, a principal produção da empresa era de madeira tradicional

Com a crise de 1929, a Herman Miller se viu forçada a diversificar sua linha de produtos para sobreviver ao mercado. Isso foi ótimo porque fomos agraciados com um extenso catálogo de obras-primas modernas.

 

d88edb7cff2a450a0241deba9d1e981b

8. A empresa de relógios foi desmembrada para se tornar uma empresa independente

Em 1937, De Pree separa a Herman Miller Clock Company e entrega a direção ao seu irmão, renomeando-a para Howard Miller Clock Company, em homenagem ao filho de Herman Miller. Atualmente, as empresas são totalmente desconectadas, apesar da sede de uma estar logo em frente à sede da outra, em Zeeland, Michigan.

c29b2cda9310953342dd40f3f3789938

9. Sucesso que prevalece e não para nunca de evoluir

Em julho de 2014, a Herman Miller anunciou que estava adquirindo a marca Design Within Reach (DWR), maior varejista premium de design moderno e autoral da América do Norte. Uma prova de que o tempo traz sabedoria e motivação para evoluir sempre, apesar de todo legado já constituído.


Aeron – pensada para os idosos. Perfeita para todos.

Quem conhece a Aeron Chair conhece também a tecnologia que a envolve, fazendo com que ela seja, mais que uma cadeira, um objeto de desejo dos consumidores mais exigentes.

O que poucos sabem é que um dos designers da Aeron, Bill Stumpf, era filho de uma enfermeira de gerontologia. Um observador nato do comportamento humano. Por isso, no final de 1970, a empresa de móveis Herman Miller contratou-o juntamente com Don Chadwick, para investigarem produtos com o melhor potencial para as necessidades dos idosos.

A oportunidade parecia tentadora. A população americana estava envelhecendo rapidamente. As instalações para uma vida assistida eram raras e os hospitais não possuíam mobiliário ergonômico adequado aos cuidados de longa duração.

tumblr_mkcgasjMSo1ruu90ro5_500

tumblr_mkcgasjMSo1ruu90ro5_500 copy

Em cada ambiente, Stumpf e Chadwick observavam os sinais que indicavam as oportunidades: a utilização dos móveis das maneiras mais inesperadas possíveis. Eles observaram que nos ambientes médicos e residenciais os idosos passavam horas assistindo TV. A cadeira, nesse sentido, tornava-se o centro de um universo. Essas observações foram extremamente relevantes e serviram como diretrizes para gerenciamento do projeto. Esses estudos e observações e os grupos de discussões fizeram com que Bill e Don tivessem um foco que jamais tiveram antes.

Após analisar cadeiras famosas como a La-Z-Boy e a Sarah Chair, eles perceberam algumas dificuldades dos públicos-alvo. Os idosos, com as pernas enfraquecidas, não conseguiam, por exemplo, reclinar as cadeiras. Além disso, a La-Z-Boy possuía um estofado macio, que deixava o assento desigual. Com o passar do tempo, o calor e a umidade acumulados no tecido incomodavam e causavam escaras.

velho

Depois de muitos testes e análises, Stumpf e Chadwick apresentaram um protótipo inovador que levava em conta toda a experiência obtida. Eles propuseram um mecanismo de reclinação com base na cadeira Sarah, permitindo que o assento e o encosto da cadeira se movessem juntos. Além disso, trocaram a espuma por uma malha de tecido que moldasse a forma de qualquer pessoa, ergonomicamente, impedindo odores, acúmulo de umidade e aquecimento do corpo. Após alguns testes eles perceberam, instintivamente, que era possível obter o mesmo desempenho com a utilização de menos materiais. E isso iria contribuir, também, com o meio ambiente.

Quando a Aeron Chair foi finalizada, eles perceberam que ela solucionava todos os problemas encontrados nas cadeiras anteriores. Mas, havia uma preocupação com a estética. Será que iriam estranhar o seu design? Ao contrário, o design da cadeira causou encanto, pois a tornava surpreendentemente inovadora e tecnológica frente às demais.

Em 1996 as encomendas já superavam as expectativas da Herman Miller. A cultura pop também contribuiu para o surgimento de um fenômeno. Will, em Will and Grace, passou um episódio inteiro tentando obter uma Aeron. Cerca de 7 milhões de Aerons foram vendidas então, e, a cada 17 segundos, uma nova Aeron sai das linhas de fábrica da Herman Miller.

A cadeira Aeron se tornou um clássico do design porque mudou a história da indústria e antecipou o movimento em direção à desmaterialização e sustentabilidade. Mais que isso, hoje a cadeira incorpora também o importante papel de ergonomia no trabalho.

A Aeron é produzida em 3 tamanhos: A. B e C. Calcule a Aeron Chair ideal para você.


Frases de Eames, inspirações para a vida

E se o seu maior referencial no mundo do design deixasse, como herança, uma obra com mais de 100 frases de sua autoria? Frases para inspirar as realizações do dia a dia, contribuir para o aperfeiçoamento profissional e aprofundar ainda mais seus conhecimentos sobre a vida e o trabalho do autor?

Pois deixou! A obra “100 Quotes by Charles Eames” foi editada por Carla Hartman and Eames Demetrios elaborada e publicada em 2007, em comemoração aos 100 anos do escritório Eames. Confira abaixo a seleção de algumas dessas frases:

q

“Gênios? Que nada. Nós apenas trabalhamos duro”.

 

“Mais que a era da informação, é o tempo das escolhas”.

 

“Leve o seu prazer a sério”.

 

“Eventualmente tudo se conecta – pessoas, ideias, objetos … a qualidade das ligações é a chave para a qualidade por si só”.

 

“Trabalhamos porque é uma reação em cadeia. Cada projeto leva ao próximo”.

 

“Não existe nada que eu faça que ela [Ray] não possa fazer melhor”.

 

3

 

Gostou? Aqui você pode conferir muito mais dessas frases (em inglês).