São Paulo 11 3056-1800
Rio de Janeiro 21 2267-9795
Brasília 61 3327-1404

Egg: original ou fake? Sete dicas para não se deixar enganar

Você abre sua caixa de e-mails e vê uma promoção surpreendente: nas fotos e na descrição da oferta várias imagens de poltronas EGG™  a preços inacreditáveis e jamais praticados no mercado.

Desconfie. Ou então o seu sonho de consumo pode se transformar em pesadelo.

O que faz a poltrona EGG™ ser única, incomparável e objeto de desejo não é só o seu design (que além de bonito proporciona conforto e privacidade) mas também a sua qualidade, história, originalidade  e garantia. Confira abaixo sete  detalhes que fazem toda a diferença na hora de comprar sua EGG™ :

 

1. Design elegante e original

A EGG™ Chair autêntica exala elegância. Seus contornos não possuem falhas e sua base de quatro pontas – nem mais nem menos – tornam seu design inconfundível.

2. Couro legítimo

A EGG™ Chair é feita de couro e suas laterais são formadas por apenas duas peças desse tecido. Se você notar que existem mais peças, emendas e pontos extras: desconfie. Essa não pode ser uma autêntica cadeira EGG™.

3. Costura

A EGG™ é uma cadeira artesanal de costura impecável. Observe suas curvas e seus detalhes laterais. Certifique-se de que não existam rugas nem dobras ao longo do seu tecido.

Com exceção da almofada, que acompanha a poltrona, seu couro é trabalhado de tal forma que fica impossível ‘beliscar’ a cadeira, pois o ajuste é perfeito. Nas laterais da EGG™ Chair, você também pode procurar pelo efeito ondulado, resultante da costura feita à mão. Essas características são exclusivas de uma autêntica poltrona EGG™.

 

O processo de criação de uma Egg é único e inconfundível

 

4. Alavanca e rotação

As cadeiras falsas geralmente não possuem uma alavanca na parte inferior, como a autêntica poltrona EGG™. Essa alavanca permite que você controle a inclinação da cadeira e ela só vai até onde você ‘mandar’.

Outra dica: observe se a poltrona pode girar suavemente por 360°. O giro de uma EGG™ Chair original é completo e suave. Se não for assim, é falsa.

5. Etiqueta e número de série

As cadeiras EGG™ possuem uma etiqueta que certifica sua originalidade. As poltronas fabricadas antes de 2010 possuem um tag vermelho. As atuais possuem um tag marrom. Observe essa etiqueta e o ano de fabricação contido em sua descrição.

Todas as poltronas EGG™ também possuem, em seus pés, um número de série exclusivo. É através desse número que você pode comprovar a originalidade da cadeira e se resguardar para o caso de perdas ou roubos. As EGG™ Lounges mais antigas (anteriores a 2006) não possuem as etiquetas, mas possuem o número de série.


6. Medidas

Claro, porque não? Ao comprar sua EGG™, pegue a fita métrica e tire as medidas!
Confira abaixo as dimensões de uma poltrona EGG™ verdadeira:

 

Altura total: 107 cm
Altura do assento: 37 centímetros
Largura: 86 cm
Profundidade – Pé Direito: 79 cm
Profundidade – Reclinada: 95 cm

7. Obra de arte

A cadeira EGG é também um ícone que virou obra de arte e está em uma exposição que viaja pelo mundo. São cinquenta exemplares da poltrona, com intervenções artísticas de Tal R. para homenagear os 50 anos de criação da poltrona. Veja mais sobre isso aqui.

 

Como falamos no começo deste texto, infelizmente ainda é muito comum vermos diversas empresas fazendo cópias de produtos que são ícones do design mobiliário. Elas tentam reproduzir “fielmente” as características da original, mas para isso utilizam materiais inferiores e desprezam os preceitos básicos do design, conforto e elegância que só uma EGG™ Lounge autêntica pode oferecer. E quanto à garantia, bem, você não tem garantia.

Podem até tentar, mas nada se compara ao original!

Agora que você já conhece as características de uma EGG™ Chair  autêntica, venha conferir uma de perto.

A Atec é revendedora certificada da Fritz Hansen, e possui consultores preparados para lhe apresentar essas e outras peças originais e exclusivas. Nossos showroons estão preparados para lhe receber.

 

 


Design escandinavo: a melhor opção em presentes para quem ama design

An2eBhYAuZqBgvP0IvQ406ROTCfqdtSmeTkmR576ml22No século XIX, durante a evolução da produção industrial, muitos países viam o artesanato sendo eliminado, pouco a pouco, dos costumes da sociedade. Mas em Copenhagen, artistas como Arne JacobsenKay Bojesen e Gunnar Floring aproveitavam essa evolução para aperfeiçoar as técnicas já conhecidas, dando origem a produtos que fazem sucesso até os dias atuais. 

Kay-Bojesen-Craft-Designer-9

O design escandinavo, que tem presença marcante nos produtos Kay Bojesen, Normann Copenhagen, Architectmade e Fritz Hansen, chamam atenção não só pela excelência dos detalhes, mas pela leveza nos contornos e pela durabilidade. São lâminas, madeiras maciças e trabalhos que misturam minimalismo, tradição e personalidade de um jeito que jamais se viu em outros tipos de design. 

O design escandinavo surgiu para aliar excelência e funcionalidade, gerando projetos únicos, capazes de despertar as mais diversas sensações. 

AoVun9REqch2wJ-LuWnwWajb4DAeBXiFJPSOc4Tsh85c

Você verá a seguir uma lista de sugestões de presentes que separamos, para que você leve um pouco do design escandinavo para a sua casa ou para a vida de quem você ama.  Confira: 

Large (6)

Monkey: Design que decora e faz sorrir. Criado pelo dinamarquês Kay Bojesen, uma ótima opção de presente e de decoração para aquele lugarzinho especial no seu escritório ou na sua casa.

galeria-1

Baby Elephant: Pequeno elefante de madeira desenhado para Lucie Kass por Gunnar Floring, em 1961, com a colaboração de Harry Vedoe – conhecido pelas suas diversas ilustrações em livros infantis para o famoso Benny Andersen. Juntos, os designers criaram um pequeno elefante com design atemporal, que faz despertar a criança que ainda vive dentro de nós.

rabbit-4

Rabbit: Também desenhado por Kay Bojesen, o Rabbit é um daqueles presentes que duram a vida inteira e passam de geração para geração. Ele “nasceu” em 1957 e desde então se tornou um amado ícone do design dinamarquês, capaz de se adaptar a diversos espaços da casa ou do escritório e perfeito para presente em diversas ocasiões, inclusive no Natal.

owl-1-2

OwlAs simpáticas corujas desenhadas por Paul Anker para a Architectmade foram projetadas em 1960. As novas versões possuem cabeça e corpo conectados a um ímã, o que lhe confere movimentos mais flexíveis e expressões marcantes para um design que combina com diversos espaços. 

Gostou das opções? Em nosso site temos muito mais esperando por você. Clique aqui e escolha aquelas que mais combinam com seu estilo, ou com o estilo da pessoa que você quer presentear.

 

 

 

 


Seis décadas da Series 7 e muitas cores para comemorar

Se os móveis podem transformar os espaços, as cores transformam os móveis. E elas, as cores, mudam de acordo com o material utilizado nas superfícies, com a luz refletida e de acordo com o olhar que direcionam sobre elas.

cores2

As cores também podem sofrer interferência de objetos ao redor: obras de arte, cerâmicas, almofadas, tapetes e mantas fazem total diferença na hora da visualização de uma cor. O tempo também faz com que as cores se transformem. Por esses e outros tantos motivos, a Republic of Fritz Hansen acredita que uma cor não é simplesmente uma cor, mas uma entidade complexa em constante mudança. E isso é bom, porque faz com que os móveis da empresa dinamarquesa sejam sempre únicos, exclusivos.

Para comemorar o 60° aniversário da Series 7 Chair, a Fritz Hansen convidou o pintor dinamarquês mundialmente famoso, Tal Rosenzweig. Em uma entrevista exclusiva para a revista REPUBLIC, ele trouxe alguns detalhes sobre as cores que escolheu para essa edição comemorativa. Acompanhe:

“Para mim, a cadeira Series 7 ™ tornou-se um ícone, e eu soube imediatamente que poderia colori-las lindamente” Tal R

cores

 

Conheça as 9 cores da nova série:

_---9-cores-das-series7-Fritz-Hansen

 

Chevalier Orange

Um tom laranja oriental que, com sua aura aristocrática, confere um aspecto exclusivo. Vídeo:

←  • • • • •  →

Evren Purple

Um tom que homenageia a artista Evren Tekinoktay, esposa de Tal R. A cor representa paixão e amor profundo. Vídeo:

←  • • • • •  →

Hüzün Green

Inspirado em tons verdes usados na cultura islâmica. O mesmo verde pode ser visto nos ônibus que trafegam por Istambul. A palavra turca “Hüzün” significa “melancólico” e engloba não só a “esperança” característica da cor, mas também o sabor agridoce da nostalgia e da saudade. Vídeo:

←  • • • • •  →

Altstadt Rose

Assinatura de Tal R, que sempre deixa um tom rosa em seus trabalhos. Para ele, o rosa exprime a vaidade e a beleza esmagadora de tudo. Vídeo:

←  • • • • •  →

Ai Blue

“Ai” é uma palavra japonesa para índigo, um tom de azul profundo que está sempre próximo da cor preta. Vídeo:

←  • • • • •  →

Chocolate Milk Brown

Um tom sedutor que traz um singelo fio branco. Como um abraço caloroso para os olhos. Vídeo:

←  • • • • •  →

Egyptian Yellow

Uma cor rica, que remete ao antigo Egito. Com uma nota de chumbo, a cor ganha uma característica distinta, com nuances inigualáveis. Vídeo:

←  • • • • •  →

Opium Red

Uma expressão de um vermelho que simboliza o Oriente e o místico, fazendo associações com Shangai na década de 30. Vídeo:

←  • • • • •  →

Trieste Blue

O tom que recebeu o mesmo nome de um porto, no norte da Itália, mostra um azul indefinido usado por artistas impressionistas durante muitas décadas. A cor oscila entre o violeta e o azul e puxa constantemente para ambas as direções.Vídeo:

Monocromático também é legal

A utilização do monocromático é tendência não só nos móveis, mas nas passarelas, nos filmes e na decoração de interiores. Um conjunto monocromático de cadeiras Series 7, por exemplo, pode remeter ao classicismo que utilizava imagens monocromáticas para imitar relevos. Na França, a cor única é utilizada nas Toile de Jouy, estampa criada na França, na cidade de Jouy-en-Josas, perto de Versalhes, no século XVIII.

 

Veja mais: http://atec.com.br/produtos/series-7-chair


Chegaram: Analog Table e Drop Chair, da Fritz Hansen.

A Atec, revendedora certificada da dinamarquesa Fritz Hansen, no Brasil, acaba de receber as mesas Analog, do designer Jayme Hayon e as cadeiras Drop de Arne Jacobsen. Juntas, elas traduzem o significado das palavras conexão, conforto e liberdade de movimentos.

3470 (1)

A mesa Analog foi criada para cumprir com excelência o papel designado a todas às mesas: promover o encontro, a interação, o diálogo. No entanto, seu formato orgânico, estrategicamente pensado para servir como base de apoio aos encontros, estabelece o perfeito equilíbrio hierárquico nas reuniões familiares, profissionais e entre amigos. Esse é o diferencial que faz com que a Analog seja, mais que uma mesa, uma plataforma de interação pessoal em uma sociedade que valoriza cada vez mais o virtual.

140114_Fritz_Hansen_JH_BORD_059_RGB

A aparência moderna e jovem da Drop Chair pode até enganar quem não a conhece, mas, acredite, ela foi projetada em 1958 por Arne Jacobsen, para o lendário SAS Royal Hotel, junto com as clássicas Egg Chair e Swan Chair. Relançada, desta vez para revenda, ela está disponível em duas opções: no projeto original, de espuma flexível ou na versão plástico moldado, que lhe confere um aspecto ainda mais vibrante e atual, para ambientes modernos. A cadeira Drop combina a sensação de um abraço caloroso com  leveza, simplicidade e liberdade de movimentos.

140113_Fritz_Hansen_DRAABE_1_022_RGB

Ambas, Analog e Drop, podem fazer parte da da sua casa, do seu escritório e da sua vida. Visite um de nossos showrooms e permita-se viver essa experiência.

 

 


Jaime Hayon lança Room 506 no icônico SAS Royal Hotel

Mais de meio século após Arne Jacobsen decorar o primeiro hotel-design do mundo, o Raddison Blu Royal Hotel, com as exclusivas EGG Chair, Swan Chair e Drop Chair, da Fritz Hansen, surge uma novidade igualmente inspiradora.

O designer espanhol, Jaime Hayon, que também é autor de projetos para a Fritz Hansen,  como o sofá FAVN, a poltrona Ro e a mesa Analog, foi convidado para redecorar um dos quartos deste mesmo hotel, a suíte 506.

O ambiente traz, além dos móveis citados acima, acessórios como luminárias esféricas e de luz baixa, armários, espelhos e vasos. Esses detalhes  dão leveza ao espaço e transformam o clima do ambiente. O resultado é limpo, moderno e temperado com o charme mediterrâneo que Hayon carrega no sangue.

05_Room-506

O quarto, predominantemente organizado em tons de cinza, com alguns tons quentes em destaque, reforça a ideia de que apesar de não ser uma tarefa simples, a combinação de cores, quando bem executada, pode proporcionar experiências e sensações incríveis de paz e bem estar.

Para Jaime Hayon, trabalhar nesse projeto foi algo parecido com “uma festa”.

Mais fotos em: http://www.hayonstudio.com/interiors/room-506-at-raddison-blu-royal-hotel/

18_Room-506