São Paulo 11 3056-1800
Rio de Janeiro 21 2267-9795
Brasília 61 3327-1404

Esquina da Arquitetura – 3ª edição

Foto: ©Fabiana Mercadante

Débora Ferreira, Chris Batt, Silvia Serber e João Figueira | Foto: © Fábia Mercadante

A terceira edição do Equina da Arquitetura, realizada no dia 14 de julho, foi, novamente, um sucesso. O evento promovido pela Herman Miller em parceria com a revista PROJETO, conta com o apoio da Atec Original Design e reúne grandes nomes da arquitetura e design para um saudável debate sobre o exercício da profissão em sua essência, ou seja, totalmente integrada  à vida civil e à sociedade.

Realizado no showroom da Herman Miller do Brasil, em São Paulo, o encontro trouxe o tema “Metrópoles” e  foi também uma homenagem ao Metro Arquitetos, destaque na seção Perfil, da Revista PROJETO edição 432.

Degustação e arte

O chef Beto Pierro que, mais uma vez, surpreendeu os convidados com se delicioso tempero, trazendo à mesa o sabor típico da gastronomia paulistana.

Foto: © Fábia Mercadante

Em outro momento, pincéis, rolos e até as mãos foram utilizados para a construção de uma obra de arte colaborativa, onde o público presente pôde expressar criatividade, emoção e o que mais lhes sobra: talento.

Foto: © Fábia Mercadante

Foto: © Fábia Mercadante


Começa hoje o Salone Internazionale del Mobile 2016

Salone del Mobile Milano

Foto: Divulgação

 

Começa hoje o Salão do Móvel de Milão 2016 (Salone Internazionale del Mobile 2016)a exposição de móveis e acessórios de decoração mais famosa do mundo, criada em 1961 para promover as exportações italianas de mobiliário e complementares. Entre os dias 12 e 17 de abril, serão diversas atrações e eventos diferenciados. Destaque para as exposições Euroluce (iluminação) e Salone del Uffício (escritórios) 

São 55 anos expondo inovação e internacionalidade. Neste ano, cerca de 30% dos expositores da feira são estrangeiros. Além da ampla oferta comercial, o evento promove a integração de empresas e o equilíbrio entre a tradição e a inovação, promovendo qualidade e cultura.

A edição de 2015 fechou com mais de 310 mil visitantes. Em 2016, serão mais de 1.300 expositores, distribuídos em 150.000 m². Para saber mais sobre esse grande evento que vai até o dia 17 de abril, clique aqui e confira a programação.


10 mulheres que deixaram seus nomes na história da arquitetura e design mundial

Escolhemos o Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, para relembrar 10 mulheres que, por meio de suas obras, fizeram história na arquitetura mundial. Confira:

Ray Eames

Ray-Eames

Ray Eames criava soluções, em parceria com seu marido, Charles Eames. O trabalho dessa dupla encorajava experimentos entre os membros de sua equipe. Usavam desde o compensado moldado à fibra de vidro moldada. Entre seus projetos para a Herman Miller estão a Eames Lounge, a Eames Molded Plastic a Eames Aluminum  e muitos outros móveis que são considerados como ícones do design e cobiçados até os dias atuais.

Lina Bo Bardi

Lina-Bo-Bardi
Nascida na Itália, em 1914, Lina Bo Bardi veio para o Brasil em 1946, naturalizando-se cinco anos depois. A partir daí, foi a responsável por verdadeiras obras de arte, como o Assis Chateaubriand Museu de Arte de São Paulo (MASP) – que mais tarde se tornou um dos mais importantes museus da América Latina – ; o Studio d’Arte Palma; a Casa de Vidro (sua residência privada, que se tornou peça central do modernismo no Brasil) e o Museu de Arte Moderna da Bahia.

Zaha Hadid

Zaha-Hadid
Primeira mulher a ganhar um Prêmio Pritzker de Arquitetura pelo conjunto de suas obras, a iraquiana Zaha Hadid assinou importantes trabalhos em sua carreira. Destaques para o Vitra Fire Station (1993 – Alemanha ); Centro Rosenthal de Arte Contemporânea (1998 – EUA); o Terminal Hoenheim-North & Estacionamento (2001 – França) e Bergisel Ski Jump (2002 – Áustria).

Kazuyo Sejima

Kazuyo-Sejima
Tendo em sua lista de projetos o New Museum of Contemporary Art, em Nova York (EUA), e o Serpentine Pavilion, em Londres (Inglaterra), Kazuyo Sejima é uma expoente da arquitetura contemporânea. Juntamente com seu parceiro, Ryue Nishizawa, ganhou o Pritzker 2010.

Marion Mahony Griffin

Marion-Mahony-Griffin
Marion Mahony Griffin foi uma das primeiras arquitetas licenciadas do mundo, além de ser a primeira a trabalhar para Frank Lloyd Wright. Nascida em 1871, nos Estados Unidos, casou-se em 1911 com Walter Burley Griffin, que também trabalhou com Wright. Mahony encerrou sua carreira de arquiteta após a morte de seu marido, em 1939.

Jeanne Gang

Jeanne-Gang
Diretora e fundadora da Gang Architects Studio, em Chicago (EUA), Gang explora em seus projetos o território criativo de novos materiais, tecnologia e sustentabilidade. Tem em sua lista de trabalhos o Aqua Tower, em Chicago, com 82 andares.

Lilly Reich

Lilly-Reich
Lilly Reich nasceu em Berlim, na Alemanha, no ano de 1885. Vinte e seis anos depois, após um período em Viena, trabalhou como designer de moda e de mobiliário, tornando-se a primeira diretora em 1920. Seu talento como designer a levou a Frankfurt, onde conheceu Mies Van der Rohe. Os dois foram apontados em 1928 como diretores artísticos do pavilhão alemão para a Exposição Mundial de Barcelona, o que resultou no icônico pavilhão de Mies, considerado como uma das obras mais emblemáticas e definidoras do modernismo.

Charlotte Perriand

Charlotte-Perriand
Charlotte Perriand trabalhou no escritório de Le Corbusier, no final da década de 1920. Perriand projetou três cadeiras icônicas, a B301, B306 e a LC2 Grand Comfort, agregando um pouco de caráter humano à obra racional do arquiteto. À medida em que suas opiniões foram se tornando politicamente de esquerda, seus trabalhos ficaram mais acessíveis economicamente, já que utilizavam madeira ao invés de superfícies cromadas.

Denise Scott Brown

Denise-Scott-Brown
Com enorme influência sobre o desenvolvimento do projeto arquitetônico durante o século XX, Denise Scott Brown nasceu em 1931, em Northern Rhodesia. Estudou na África do Sul e em Londres. Suas críticas são creditadas com a mudança na forma como muitos arquitetos e urbanistas olhavam para o modernismo e o desenho urbano em meados deste século.

Anne Tyng

Anne-Tyng
Anne Tyng nasceu na década de 1920, na China. Em 1942, conseguiu um feito histórico: tornou-se a primeira mulher a ser admitida na Escola de Design de Harvard, onde teve aulas com Walter Gropius.

 

Gostou das lembranças? Esperamos que este texto traga inspiração para todos, da mesma forma que o talento dessas arquitetas as inspirou a projetar verdadeiras obras de arte ao redor do mundo.

 

Fonte: Arquiteta Page


Escritório do Linkedin homenageia a cidade de São Paulo

O escritório do Linkedin, em São Paulo, ganhou um estilo totalmente personalizado que homenageia a cidade e suas características urbanas e modernas. A Atec participou fornecendo as cadeiras de trabalho da Herman Miller.

3

Antônio Mantovani Neto – do escritório Dante Della Manna, contratado para estar a frente do projeto– escolheu materiais distintos como madeira, concreto, plástico, metal, carpetes e vidros, para dar forma a cada ambiente. O graffite também foi uma aposta assertiva para trazer identidade ao ambiente.

4

Cada espaço do escritório – público ou privativo – foi rigorosamente pensado e planejado para oferecer a melhor experiência aos usuários. Como encaixe perfeito à proposta formatada, as cadeiras da Herman Miller oferecem o apoio que a equipe do Linkedin precisa, levando conforto, ergonomia e design inconfundível.

 

Ficha técnica

Linkedin

Local: São Paulo, SP

Data do início do projeto: 2015

Data da conclusão da obra: 2015

Área construída: 1.700 m²

Arquitetura de interiores: Dante Della Manna Arquitetura – Dante Della Manna e Antônio Mantovani Neto (autores); Fernanda Rocha e Bruna Cicarelli (coordenadoras); Cláudia Maia, Ana Carolina Castro, Mariana Pinheiro, Isabella Cencini, Ana Carolina Moraes, Nataly Martins, Fábio de Bem e Roberta Maduell (colaboradores)

Luminotécnica: Studio Serradura

Comunicação visual: DEA

Construção: Lock

Gerenciadora: Ocupantes

Fotos: Nelson Kon

Fonte: Arco Web

 

 


Modulares USM no Musée d’Orsay, em Paris

Os armários modulares da USM complementam a elegante estética de um dos museus mais famosos do mundo, o Musée d’Orsay, situado na antiga estação de trem Orsay, na margem esquerda do Sena, em Paris, que foi aberto em 1986.

musee-orsay-1.jpg.0x780_q90_crop

O museu, com sua estrutura metálica, foi construído por Gustave Eiffel para exposição mundial. É um dos museus mais frequentados do mundo.

modern-storage-musee-orsay-5.jpg.0x780_q90_crop

Não muito longe das obras de Renoir, Van Gogh e Gauguin, os móveis da USM foram instalados em vários lugares, desde o começo do museu. São utilizados principalmente nos escritórios administrativos, formando uma segunda pele, perfeitamente adaptável às mudanças permanentes no espaço. “Aqui, tudo muda o tempo todo”, diz Catherine Bony, gerente de logística do museu. “Temos que mudar os móveis quase diariamente e, com esse sistema, leva apenas algumas horas”. O Musée d’Orsay tem um departamento técnico in-house, especializado em sistemas modulares USM .

musee-orsay-2.jpg.0x780_q90_crop

Seja para renovar ou para reorganizar, ou até mesmo para a criação de novos armazenamentos, o mobiliário da USM permanece na liderança. Durante 20 anos, Patrice Bugras manipula com maestria os milhares de componentes USM armazenados em sua oficina para criar novos espaços no mobiliário ou para ampliar espaços já existentes.

Para um espaço que precisa de adaptabilidade porque muda constantemente, como é o caso do Musée d’Orsay, a coleção USM se encaixa perfeitamente. E pode se encaixar no seu projeto também. Veja mais em http://atec.com.br/usm

Fonte: USM